Se não fosse a pandemia, Vanessa Moreno estaria, entre outras frentes, interpretando nos palcos o repertório de Chão de flutuar, CD que gravou em 2019 com o pianista Salomão Soares. Fechada em casa, passou a fazer duos virtuais com diversos artistas, inclusive Soares. Tornou-se mais conhecida e viu o número de seguidores nas redes sociais aumentar.

Nesta entrevista a Lucas Nobile, a paulista de São Bernardo do Campo conta que começou na música como violonista, seguindo os passos do pai, e só depois se descobriu cantora de fato. Fala da importância de sua mãe, homenageada no CD Em movimento, de 2017, e do encontro em estúdio com Salomão Soares.

Repertório

Via crúcis (Guinga e Edu Kneip) – Vanessa Moreno e Salomão Soares (piano)

Sereno do olhar (Vanessa Moreno) – Vanessa Moreno

Entrelaço (Vanessa Moreno e Dani Gurgel) – Vanessa Moreno

Sanfona sentida (Dominguinhos e Anastácia) – Vanessa Moreno e Salomão Soares

Preciso aprender a só ser (Gilberto Gil) – Vanessa Moreno, Rosa Passos e Fi Maróstica (contrabaixo)

Boca de leão (Filó Machado e Judith de Souza) – Vanessa Moreno e Salomão Soares

 

Apresentação: Lucas Nobile

Edição: Filipe Di Castro