Episódio 1 – O livro vingador

O jovem engenheiro militar Euclides da Cunha era um entusiasta da República quando, em 1897, tornou-se correspondente de guerra do jornal O Estado de S. Paulo em Canudos. No povoado baiano, Antônio Conselheiro liderava um movimento cristão com ideias monarquistas. A região chegou a ter 25 mil habitantes. Poucos sobreviveram. Em 1902, em Os sertões, Euclides classificou a vitória do Exército como “um crime”.

O primeiro episódio da série Sertões: histórias de Canudos discute como o massacre transformou a visão do escritor sobre o Brasil. E como sua obra-prima ajudou a perpetuar Canudos no imaginário nacional.

Entrevistados do episódio:

Walnice Nogueira Galvão, crítica literária e professora da USP, autora de diversos livros sobre Euclides e organizadora da edição crítica de Os sertões (2016);

Francisco Foot Hardman, crítico literário e professor da Unicamp, organizador de Ensaios e inéditos (2019), com textos desconhecidos de Euclides.

 

Concepção, roteiro e apresentação: Guilherme Freitas

Coordenação: Luiz Fernando Vianna

Produção: Luiza Silvestrini

Gravação: Filipe Di Castro, Lilla Stipp, Rebeca Montanha e Érico Sanvicente

Mixagem e finalização: Cláudio Antônio

Locução: Fernando Alves Pinto

Trilha sonora: Fábio Paes

Vídeos: Maria Clara Villas

Identidade visual: Clarice Pamplona

Distribuição: Mario Tavares