A série de conversas na Casa do IMS na Flip começou com o poeta e professor Eucanaã Ferraz falando de sua grande paixão, Carlos Drummond de Andrade, em mesa mediada por Samuel Titan Jr. Eucanaã escolheu especificamente A rosa do povo, que considera “o melhor de toda a poesia brasileira”, e buscou dissecar as inquietudes que Drummond colocou no papel, revelando ao público um poeta que “não considera possível estar feliz, e quando está feliz, isso se transforma em um sentimento de culpa”.