A série “A canção no tempo” apresenta um panorama dos sucessos musicais de 1960, ano em que João Gilberto lançou seu segundo LP, O amor, o sorriso e a flor, e foi o nome de maior destaque.

Bloco 1
Corcovado (Antonio Carlos Jobim) – João Gilberto
Se é tarde, me perdoa (Carlos Lyra e Ronaldo Bôscoli) – Sílvia Telles
Tome continha de você (Dolores Duran e Edson Borges) – Elza Laranjeira
Menina moça (Luís Antônio) – Tito Madi
Cheiro de saudade (Djalma Ferreira e Luiz Antônio) – Maysa

Bloco 2
Serenata suburbana (Capiba) – Dalva de Andrade
Inteirinha (Luiz Vieira) – Luiz Vieira
Súplica cearense (Gordurinha e Nelinho) – Gordurinha
Mambo da Cantareira (Barbosa da Silva e Eloíde Warthon) – Gordurinha
Coração de luto (Teixeirinha) – Teixeirinha

Bloco 3
Zelão (Sérgio Ricardo) – Sérgio Ricardo 
Mulher de trinta (Luiz Antônio) – Miltinho
Fechei a porta (Sebastião Mora e Ferreira dos Santos) – Jamelão
Me dá um dinheiro aí (Homero Ferreira, Glauco Ferreira e Ivan Ferreira) – Moacir Franco

Bloco 4
O pato (Jaime Silva e Neuza Teixeira) – João Gilberto
Sua Majestade, o Neném (Klecius Caldas e Armando Cavalcanti) – Trio Nagô
Presidente bossa nova (Juca Chaves) – Juca Chaves
Por quem sonha Ana Maria (Juca Chaves) – Juca Chaves

Bloco 5
Alguém me disse (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) – Anísio Silva
Esmeralda (Filadelfo Nunes e Fernando Barreto) – Carlos José
Ninguém é de ninguém (Umberto Silva, Toso Gomes e Luís Mergulhão) – Cauby Peixoto
Fim de noite (Chico Feitosa e Ronaldo Bôscoli) – Alaíde Costa
Negue (Adelino Moreira e Enzo de Almeida Passos) – Carlos Augusto

Bloco 6

Meditação (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – João Gilberto
O amor e a rosa (Pernambuco e Antônio Maria) – Elizeth Cardoso
Chora tua tristeza (Oscar Castro Neves e Luverci Fiorini) – Agostinho dos Santos

Bloco 7
Samba de uma nota só (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – João Gilberto


Baseado no livro “A canção no tempo”, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello
 

Adaptação, pesquisa e texto: Carla Paes Leme
Locução: Gláucia Araújo
Sonorização e edição: Filipe di Castro