O ano de 1969 assistiu à chegada do homem à Lua, ao Festival de Woodstock e ao milésimo gol de Pelé. No Brasil, a ditadura aumentava a repressão. Caetano Veloso e Gilberto Gil foram para o exílio. Traduzindo aquele momento, Paulinho da Viola (foto) compôs Sinal fechado. Outros destaques do ano foram Jorge Ben, Roberto Carlos e Martinho da Vila.

Bloco 1

Charles, anjo 45 (Jorge Ben) – Jorge Ben
Cadê Tereza (Jorge Ben) – Jorge Ben
Zazueira (Jorge Ben) – Tamba 4
Que maravilha (Jorge Ben e Toquinho) – Wilson Simonal
Que pena (Jorge Ben) – Caetano Veloso e Gal Costa
País tropical (Jorge Ben) – Jorge Ben

Bloco 2

Ando meio desligado (Arnaldo Baptista, Rita Lee e Sérgio Dias) – Os Mutantes
Sentinela (Milton Nascimento e Fernando Brant) – Milton Nascimento

Bloco 3

Cantiga por Luciana (Edmundo Souto e Paulinho Tapajós) – Evinha
Casaco marrom (Bye, bye, Ceci) (Renato Correia, Gutemberg Guarabira e Danilo Caymmi) – Evinha
Juliana (Antônio Adolfo e Tibério Gaspar) – Antônio Adolfo & A Brazuca
Meia-volta (Ana Cristina) (Antônio Adolfo e Tibério Gaspar) – Wilson Simonal
Mustang cor de sangue (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle) – Marcos Valle

Bloco 4

Aquele abraço (Gilberto Gil) – Gilberto Gil
Irene (Caetano Veloso) – Caetano Veloso
Não identificado (Caetano Veloso) – Caetano Veloso
Atrás do trio elétrico (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Bloco 5

Hoje (Taiguara) – Taiguara
Tudo passará (Nelson Ned) – Nelson Ned

Bloco 6

O pequeno burguês (Martinho da Vila) – Martinho da Vila
Casa de bamba (Martinho da Vila) – Martinho da Vila
Iaiá do cais dourado (Martinho da Vila e Rodolfo de Souza) – Martinho da Vila
Pra que dinheiro (Martinho da Vila) – Martinho da Vila

Bloco 7

As curvas da estrada de Santos (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Oh! Meu imenso amor (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Sua estupidez (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
As flores do jardim de nossa casa (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Não vou ficar (Tim Maia) – Roberto Carlos
Sentado à beira do caminho (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Erasmo Carlos

Bloco 8

Sinal fechado (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola
O conde (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) – Jair Rodrigues
Avenida iluminada (Newton Teixeira e Brasinha) – Zé Kéti
Bloco do sujo (Luís Reis e Luís Antônio) – As Gatas

 

 

Baseado no livro "A canção no tempo", de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello

 

Pesquisa e texto: Carla Paes Leme
Locução: Gláucia Araújo
Edição, sonoplastia e montagem: Filipe Di Castro