Foi o ano de Djavan estourar no Brasil todo com Flor de lis. E de sucessos marcantes como Tigresa, com Gal Costa, Refavela, com Gilberto Gil, Romaria, com Elis Regina, e Jura secreta, com Simone. Um ano de grandes canções e alguns estouros populares, como os de Dicró, Agepê e Luiz Ayrão.


Bloco 1

Flor de lis (Djavan) – Djavan
Somos todos iguais nesta noite (Ivan Lins e Vitor Martins) – Ivan Lins
Tigresa (Caetano Veloso) – Gal Costa
Refavela (Gilberto Gil) – Gilberto Gil

Bloco 2

Jura secreta (Sueli Costa e Abel Silva) – Simone
Foi assim (Paulo André e Rui Barata) – Fafá de Belém
Carro de boi (Maurício Tapajós e Cacaso) – Milton Nascimento
Romaria (Renato Teixeira) – Elis Regina

Bloco 3

Maluco beleza (Raul Seixas e Cláudio Roberto) – Raul Seixas
Filho único (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Erasmo Carlos
Arrombou a festa (Rita Lee e Paulo Coelho) – Rita Lee

Bloco 4

Amigo (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Cavalgada (Roberto Carlos e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Falando sério (Maurício Duboc e Carlos Colla) – Roberto Carlos
Começaria tudo outra vez (Luiz Gonzaga Júnior) – Maria Bethânia

Bloco 5

Barra pesada (Melô da Baixada) (Dicró e José Paulo) – Dicró
Conto até dez (Luiz Ayrão) – Luiz Ayrão
Menina dos cabelos longos (Agepê e Canário) – Agepê
Morte de um poeta (Totonho e Paulo Resende) – Alcione
Perdoa (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola
Oi, compadre (Martinho da Vila) – Martinho da Vila
Saco de feijão (Francisco Santana) – Beth Carvalho

Bloco 6

Sonhos (Peninha) – Peninha
Tranquei a vida (Ronnie Von e Tony Osanah) – Ronnie Von
Desencontro de primavera (Hermes de Aquino) – Hermes de Aquino

Bloco 7

Pombo correio (Dodô, Osmar e Moraes Moreira) – Moraes Moreira

 

 

Baseado no livro "A canção no tempo", de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello.

Adaptação, pesquisa e texto: Carla Paes Leme
Locução: Gláucia Araújo
Edição e sonorização: Filipe Di Castro

Conteúdo relacionado