O ódio anda em alta no mundo, mas não no jazz. Reinaldo Figueiredo selecionou encontros entre artistas de diferentes nacionalidades e gêneros musicais. O Brasil tem presença forte no repertório. Dentre outros momentos, há um choro interpretado por músicos franceses; um standard de Thelonious Monk tocado por uma formação de choro liderada por Cristovão Bastos; e um duo, ainda inédito em CD ou nas plataformas, entre o gaitista Gabriel Grossi e a pianista italiana Stefania Tallini.

Repertório

Una rosa blanca (Ibrahim Maalouf) – Ibrahim Maalouf e Harold López-Nussa

The yellow nimbus – parte 1 (Chick Corea) – Chick Corea and The Spanish Heart Band

Cadência (Juventino Maciel) – Paris Gadjo Club

Round midnight (Thelonious Monk) – Cristovão Bastos

Seresta (Manfredo Fest e Howard Levy) – Bela Fleck and The Flecktones

Ishidatami (Michel Benita) – Michel Benita e Ethics, com Mieko Miyazaki

Saturnina (Roberto Rutigliano) – Roberto Rutigliano

Hermanos (Gabriel Grossi) – Gabriel Grossi e Stefania Tallini

Cantina Band (John Williams) – Hiromi e Edmar Castañeda

 

A volta ao jazz em 80 mundos também é apresentado na terceira segunda-feira de cada mês, às 22h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Reinaldo Figueiredo

Edição: Filipe Di Castro