“Há 30 anos, A arte negra de Wilson Moreira e Nei Lopes contava para o mundo o que muita gente boa já sabia: do encontro de um ex-agente penitenciário com um ex-advogado nascia uma das parcerias mais sofisticadas da música brasileira. Ao recebê-los para recriar estes 14 sambas que são História, o IMS inicia uma série de recitais dedicados a grandes discos, aqueles em que compositores, intérpretes, músicos, arranjadores, produtores e repertório parecem ter nascido uns para os outros. E assim, como quem não quer nada, vão sinalizando épocas, estilos e invenções. Encontros tão raros quanto o de Wilson e Nei, goiabada cascão, em caixa.”
(Texto de Bia Paes Leme e Paulo Roberto Pires.)

É esse encontro memorável que você ouve aqui na Rádio Batuta.

Bloco 1
Só chora quem ama (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Goiabada cascão (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 2
Mel e mamão com açúcar (Wilson Moreira) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Coisa da antiga (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 3
Coité, cuia (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 4
Gotas de veneno (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Senhora liberdade (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 5
Noventa anos de abolição (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 6
Silêncio de bamba (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 7
Samba do Irajá (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Não foi ela (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 8
Gostoso veneno (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Ao povo em forma de arte (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes

Bloco 9
Candongueiro (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes
Só chora quem ama (Wilson Moreira e Nei Lopes) – Wilson Moreira e Nei Lopes