O título deste programa é o mesmo de um poema de João Cabral de Melo Neto. No canto flamenco, “a palo seco” significa interpretação à capela. Mas Eucanaã Ferraz se apropriou do conceito de uma forma subjetiva e poética, permitindo-se incluir gravações em que há acompanhamentos instrumentais. São as vozes, porém, que se impõem e arrebatam. Os registros vêm, pela ordem de entrada no programa, da Albânia, do Japão, dos EUA, da Colômbia, de Núbia, de Tuva e novamente dos EUA, numa peça de John Cage.

Repertório

Zef Deda – Kënge Maje Krahi/ Mountain Signal (anônimo) – 1:04

Kinshi Tsuruta – Recitação Satsuma-Biwa (anônimo) – 3:18

Lauren Newton – Die Dinge (L. Newton e Fredy Studer) – 4:15

Lucía Pulido – Soledad (Iván Benavides) – 2:13

Hamza El Din – The fortune teller (El Din) – 7:17

Sainkho Namtchylak – From me to you (S. Namtchylak) – 3:58

Jay Clayton – A flower (John Cage) – 2:49

 

O programa A voz humana é apresentado à 0h de quarta-feira na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Concepção, roteiro e apresentação: Eucanaã Ferraz

Edição e sonorização: Filipe Di Castro