Rubem Braga, cujo centenário se completou em janeiro de 2013, gravou crônicas suas para os famosos disquinhos do selo Festa, que registraram as vozes de grandes escritores brasileiros. Cedido pela família do editor Jorge Zahar, o compacto de 1964, reproduzindo na capa um retrato de Rubem feito por Candido Portinari, tem entre as faixas Ai de ti, Copacabana e Procura-se.