Completa-se em 29 de agosto o centenário de um dos nomes mais importantes da história do jazz. Charlie Parker viveu pouco. O álcool e as drogas pesadas o destruíram aos 34 anos. Mas Bird (seu apelido) fez muito, tendo sido um dos expoentes do bebop. Neste programa, Reinaldo Figueiredo apresenta momentos brilhantes do saxofonista, inclusive tocando Tico-tico no fubá. Ainda há duas faixas do filme Bird (1988), de Clint Eastwood, em que a tecnologia permitiu que Parker tocasse junto com músicos contemporâneos. E Reinaldo selecionou faixas de artistas interpretando composições do autor de Billie’s bounce.

Repertório

Ornithology (Charlie Parker e Benny Harris) – Charlie Parker

Now’s the time (Charlie Parker) – Charlie Parker

Ko Ko (take 1, interrompido) – Charlie Parker

Ko Ko (Charlie Parker) – Charlie Parker

Parker’s mood (Charlie Parker) – Charlie Parker

Tico-tico no fubá (Zequinha de Abreu) – Charlie Parker

Relaxin’ at Camarillo (Charlie Parker) – Stochelo Rosenberg

Billie’s bounce (Charlie Parker) – Mayra Caridad Valdés

Barbados (Charlie Parker) – Joe Lovano e Us Five

Yardbird Suite (Charlie Parker) – Cyrille Aimée e Diego Figueiredo

Klactoveedsedstene (Charlie Parker) – Vincent Herring, Bobby Watson e Gary Bartz

 

A volta ao jazz em 80 mundos também é apresentado no terceiro sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Reinaldo Figueiredo

Edição: Filipe Di Castro