Custódio Mesquita viveu apenas 34 anos, morrendo em 1945, mas suas melodias refinadas influenciaram Tom Jobim e outros compositores que mais tarde renovariam a música brasileira. Ao lado de parceiros, o carioca Custódio criou grandes canções românticas como Nada além, Mulher  e Saia do caminho

Músicas

Nada além (Custódio Mesquita/Mário Lago) – Gal Costa

Como os rios que correm pro mar (Custódio Mesquita/Evaldo Rui) – Zé Renato

Enquanto houver saudade (Custódio Mesquita/Mário Lago) – Orlando Silva

Mulher (Custódio Mesquita/Sadi Cabral) – Emílio Santiago

Saia do caminho (Custódio Mesquita/Evaldo Rui) – Miúcha e Tom Jobim

Nada além (Custódio Mesquita/Mário Lago) – Orlando Silva

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro