O homenageado neste primeiro programa da série Os Batutas convivia bem com todos os tipos de músicos: os que compunham de ouvido, os que sabiam tocar lendo partitura e os eruditos que tinham conhecimento musical de sobra. Passeando por vários universos – música, teatro e cinema -, produziu uma obra avançada para sua época. Compositor, instrumentista, cantor e ator, Custódio Mesquita – que, se fosse vivo, completaria 100 anos em 2010 – deixou uma extensa obra para os amantes da música popular brasileira, apesar de ter morrido antes de completar 35 anos de idade.

Bloco 1
Promessa (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Sílvio Caldas
Noturno (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Sílvio Caldas

Bloco 2
Prazer em conhecê-lo (Custódio Mesquita e Noel Rosa) – Mário Reis
Se a lua contasse (Custódio Mesquita) – Aurora Miranda

Bloco 3
Ladrãozinho (Custódio Mesquita) – Aurora Miranda
Cantor do rádio (Custódio Mesquita e Paulo Roberto) – João Petra de Barros
Apanhei-te cavaquinho (Ernesto Nazareth) – Custódio Mesquita

Bloco 4
Nada além (Custódio Mesquita e Mário Lago) – Orlando Silva
Enquanto houver saudades (Custódio Mesquita e Mário Lago) – Orlando Silva
Velho realejo (Custódio Mesquita e Sadi Cabral) – Sílvio Caldas
Mulher (Custódio Mesquita e Sadi Cabral) – Sílvio Caldas

Bloco 5
Saia do caminho (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Araci de Almeida
Pra que viver (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Carlos Roberto
Como os rios que correm pro mar (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Sílvio Caldas
Pretinho (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Isaura Garcia

Bloco 6
Caixinha de música (Custódio Mesquita) – Carlos Galhardo
Um pedaço de mim (Custódio Mesquita e Wilson Batista) – Gilberto Alves
Feitiçaria (Custódio Mesquita e Evaldo Rui) – Sílvio Caldas

 

 

Pesquisa e texto: Carla Paes Leme
Edição: Carla Paes Leme e Filipe Di Castro
Sonoplastia e montagem: Filipe Di Castro
Apresentação: Cláudia Diniz
Supervisão: Francisco Bosco