Gilberto Mendes, que morreu no primeiro dia de 2016 aos 93 anos, alterou fortemente a música de concerto contemporânea no Brasil desde o seu Festival de Música Nova de Santos, criado em 1962. Com o Manifesto Música Nova, ajudou a combater o nacionalismo da época. Nunca parou de compor e experimentar. Eucanaã Ferraz selecionou quatro peças do artista paulista, duas delas baseadas em versos de poetas concretistas: Augusto de Campos e Décio Pignatari.

Repertório

Martha Herr e coro: Clayber Guimarães, Ernani Mathias, Luiz Guimarães, Fernando Coutinho, Sabah Teixeira, João Vitor Ladeira, Silas de Oliveira – Cavalo azul (Gilberto Mendes / poema de Flavio Viegas Amoreira) – 12:05

Coro Universitario del Comahue – Motet em ré menor – Beba Coca-Cola (texto de Décio Pignatari) – 2:14

Nancy Bello – O meu amigo Koellreutter (Gilberto Mendes) – 3:38

Coro: Érika Muniz, Anna Carolina Moura, Fabiana Pirtas, Eliane Chagas, Clarissa Cabral, Patricia Nacje, Angélica Leutwiller, Vesna Bankovic – Uma foz, uma
fala
(Gilberto Mendes / poema de Augusto de Campos) – 7:10

 

O programa A voz humana é apresentado à 0h de quarta-feira na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Concepção, roteiro e apresentação: Eucanaã Ferraz

Edição e sonorização: Filipe Di Castro