"Mamãe, mamãe, mamãe…", dizia aquela valsa delicada dos anos 1950, lembrada neste programa dedicado ao Dia das Mães. Depois, muita coisa mudou. Erasmo Carlos pediu sua independência em Filho único. Cazuza as ironizou em Só as mães são felizes. E Chico Buarque contou em Meu guri a dolorosa história da mãe de um pobre menino do Rio. Em comum, todas são Mamãe Coragem, como na canção tropicalista interpretada por Gal Costa.

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro