O compositor francês Darius Milhaud tinha 24 anos quando chegou ao Rio de Janeiro, em 1917. Ficou fascinado pelo que ouviu nas ruas e nos salões da cidade, onde morou por dois anos. Sua música continuou apresentando influências brasileiras nas décadas seguintes. Le boeuf sur le toit (O boi no telhado) e a suíte para piano Saudades do Brasil são os maiores exemplos, comentados aqui por Arthur Dapieve, que selecionou gravações significativas para seu programa, agora intitulado Prelúdios.

Repertório

Le boeuf sur le toit – Orquestra Nacional da França, sob a regência de Leonard Bernstein – 19:36

Sumaré – Arthur Rubinstein – 1:27

Laranjeiras – Arthur Rubinstein – 1:01

L’homme et son désir – Orquestra Nacional de Lille, sob a regência de Jean-Claude Casadesus – 20:06

Scaramouche – Christian Ivaldi e Noël Lee – 8:14

 

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição e sonorização: Filipe Di Castro

 

Veja O boi no telhado – Darius Milhaud e a música brasileira no modernismo francês, organização de Manoel Aranha Corrêa do Lago.