A Inglaterra está festejando o centenário de Benjamin Britten, nascido em 22 de novembro de 1913. O maior compositor clássico inglês do século XX produziu muito e com variedade. Neste programa, Arthur Dapieve apresenta uma sonata, um coral e trechos de uma ópera. Britten conseguiu equilibrar-se entre a tradição e a experimentação. Foi admirado por gente da música pop e bastante respeitado no ambiente clássico, atingindo um público mais amplo sem ser populista.

Repertório

Sonata for cello and piano – I: Dialogo (6:52) – Mstislav Rostropovich (violoncelo) e Benjamin Britten (piano).

War requiem – I: Requiem aeternam (10:34) – Heather Harper (soprano), Philip Langridge (tenor) e John Shirley-Quirk (baixo-barítono); Roderick Elms (órgão).
Orquestra, orquestra de câmara e coro da Sinfônica de Londres; regência de Richard Hickox.

Peter Grimes – Prologue – Jon Vickers, tenor (Peter Grimes) e outros. Orquestra da Royal Opera House; regência de Sir Colin Davis
I: “Peter Grimes!” (1:35)
II: “You sailed your boat” (3:24)
III: “Peter Grimes, I here advise you!” (2:11)
IV: “The truth… The pity” (2:01)
V: Interlude I (3:44)

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição e sonorização: Filipe Di Castro