No quarto episódio da série de seis sobre Beethoven, nos 250 anos de seu nascimento, Arthur Dapieve se volta para um tipo de música pelo qual o compositor é pouco lembrado. São obras para instrumentos de sopro, da sua juventude. As peças foram escritas para oboés, clarinetes, trompas, fagotes… Apenas ocasionalmente há um piano ou instrumentos de cordas.

Repertório

Septeto em Mi bemol maior, Opus 20: I. Adagio – Allegro con brio (9:45) – Octeto da Filarmônica de Berlim

Quinteto em Mi bemol maior, Opus 16: II. Andante cantábile (5:44) – Stephen Hough (piano) e Quinteto de Sopros da Filarmônica de Berlim

Variações sobre “Là ci darem la mano”, de Mozart (9:13) – Marc Schachman e John Abberger (oboés) e Lani Spahr (corne-inglês).

Octeto em Mi bemol maior, Opus 103: II. Andante (6:15) – Octeto de Sopros Paris-Bastilha

Trio para clarinete, piano e violoncelo, em Si bemol maior, Opus 11: III. Tema com variações sobre “Pria ch’io l’impegno”, de Weigl (6:15) – Paul Meyer (clarinete), Eric le Sage (piano) e Claudio Bohórquez (violoncelo)

Allegro e minuetto para duas flautas, em Sol maior, WoO 26 (6:18) – Robert e Christiane Dohn, do Consortium Musicum

 

Prelúdios também é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição: Filipe Di Castro

 

Confira os programas da série.