Compositor sofisticado, Orestes Barbosa (1893-1966) foi um criador de imagens raras e belas, como a considerada por Manuel Bandeira o verso mais bonito da língua portuguesa: “Tu pisavas nos astros distraída”. Chão de estrelas é sua obra mais conhecida, mas também fez Arranha-céu, Quase que eu disse e outras canções que o tornam um dos grandes letristas brasileiros.

Músicas

Chão de estrelas (Sílvio Caldas/Orestes Barbosa) – Maria Bethânia

Positivismo (Noel Rosa/Orestes Barbosa) – Noel Rosa

Quase que eu disse (Sílvio Caldas/Orestes Barbosa) – Sílvio Caldas

Arranha-céu (Sílvio Caldas/Orestes Barbosa) – Zé Renato

A mulher que ficou na taça (Francisco Alves/Orestes Barbosa) – Francisco Alves

Chão de estrelas (Sílvio Caldas/Orestes Barbosa) – Zé Renato

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição e sonorização: Filipe Di Castro