Paris inspirou, viu nascer ou serviu de palco para a estreia de obras escritas por alguns dos maiores nomes da história da música, não só franceses. Arthur Dapieve selecionou gravações presentes em cinco discos recém-lançados que têm Paris como pretexto e cenário. Dois deles giram em torno do repertório dos recitais promovidos por Marcel Proust em seus livros ou na vida real.

Repertório

Rautavaara. Deux sérénades, nº 1: Sérénade pour mon amour. Moderato (7:50) – Hilary Hahn e Filarmônica da Rádio France, regida por Mikko Franck

Reynaldo Hahn. Variations chantantes sur un air ancien (5:07) – Steven Isserlis (violoncelo) e Connie Shih (piano)

Widor. Introduction et rondo, Opus 72 (7:45) – Michael Collins (clarinete) e Noriko Ogawa (piano)

Ravel. Sonata para violino nº 2: I. Allegretto (7:22) – Diana Tishchenko (violino) e Zoltán Fejérvári (piano)

Fauré. Nocturne nº 6, Opus 63 (8:37) – Tanguy de Williencourt (piano) e Théotime Langlois de Swarte (violino)

Prokofiev. Concerto para violino nº 1, Opus 19: III. Moderato/Allegro moderato (8:04) – Hilary Hahn e Filarmônica da Rádio France, regida por Mikko Franck

Saint-Säens. Sonata para clarinete, Opus 167: III. Lento (4:05) – Michael Collins (clarinete) e Noriko Ogawa (piano)

 

Prelúdios também é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição: Filipe Di Castro