O acordeonista Gabriel Levy é paulistano, estudou piano clássico e integra grupos da chamada “música do mundo”. Mas o Nordeste e, especialmente, Jackson do Pandeiro fazem parte da sua vida e da sua musicalidade. Ele integrou, ao lado de Tião Carvalho, a banda Mafuá, que fez história na noite de São Paulo. No domingo, 25 de agosto, participará do show Sina de cigarra – 100 anos de Jackson do Pandeiro, no térreo do IMS Paulista, às 16h, com entrada gratuita. Levy estará junto com o trio Coco de Oyá, formado pelas cantoras e percussionistas Kelli Garcia, Rafaella Nepomuceno e Mônica Santos. E, também, de Mestre Nico, outro cantor e percussionista.

Em entrevista, ele detalha como será a apresentação e afirma que, embora costume ser exaltado, Jackson ainda merece ser mais conhecido e cantado. A data do centenário é 31 de agosto. Dois sucessos do artista paraibano podem ser ouvidos aqui.

Mais informações sobre o evento no site do IMS.

Repertório

Chiclete com banana (Gordurinha e Almira Castilho) – Jackson do Pandeiro

Sina de cigarra (Delmiro Ramos e Jackson do Pandeiro) – Jackson do Pandeiro

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro