Não há como falar de jornalismo musical sem mencionar o nome de Tárik de Souza. Décadas de dedicação ao ofício à frente de grandes revistas e jornais fizeram com que ele se tornasse não apenas um profundo conhecedor da música popular brasileira, mas também alguém que colecionou histórias pessoais envolvendo grandes artistas e momentos de nossa trajetória cultural. Conhecedor do passado, mas com um olhar sempre atento para o presente, Tárik conversou com Paulo da Costa sobre o ontem, o hoje e o amanhã da música brasileira.

Bloco 1
1 x 0 (Pixinguinha/ Benedito Lacerda) – Pixinguinha e Benedito Lacerda
Cansei (Sinhô) – Mário Reis

Bloco 2
João Ninguém (Noel Rosa) – Noel Rosa
Rio de Janeiro (Ary Barroso) – Dalva de Oliveira
O mar (Dorival Caymmi) – Dorival Caymmi
Rapaz de bem (Johnny Alf) – Johnny Alf
Chega de saudade (Tom Jobim e Vinícius de Moraes) – João Gilberto

Bloco 3
Não posso viver sem ela (Bide e Cartola) – Ataulfo Alves
Apresenta-me àquela mulher (Nelson Cavaquinho e Augusto Garcez) – Cyro Monteiro

Bloco 4
Assum preto (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) – Luiz Gonzaga

 

Apresentação: Paulo da Costa e Silva
Produção: Carla Paes Leme
Edição e sonorização: Filipe Di Castro