A letra fala só em um apito, mas eram três os que soavam na fábrica de tecidos Confiança. O som fazia Noel Rosa se lembrar de Fina, musa que trabalhava numa outra fábrica. A história de uma das mais famosas composições de Noel é contada por seu biógrafo, João Máximo.

Edição e sonorização: Filipe Di Castro