Rival de Maria Callas, a turca Leyla Gencer (1928-2008) hoje é pouco lembrada como uma das mais brilhantes vozes do século XX. Arthur Dapieve apresenta algumas interpretações da soprano, quase todas ao vivo. Sua carreira em estúdio é ínfima. Árias de óperas de Donizetti predominam no repertório.

Repertório

Puccini. Tosca: Vissi d’arte (3:30) – Leyla Gencer, orquestra e coro do Teatro San Carlo, regidos por Vincenzo Bellezza

Verdi. La forza del destino: Pace, pace mio Dio (4:54) – Leyla Gencer e Orquestra Sinfônia da RAI, regida por Arturo Basile

Donizetti. Anna Bolena: Piangete voi?… Al dolce guidami (8:34) – Leyla Gencer, orquestra e coro do Festival de Glyndebourne, regidos por Gianandrea Gavazzeni

Donizetti. Maria Stuarda: Quando di luce rosea (4:00) – Leyla Gencer, Agostino Ferrin e orquestra do Maggio Musicale Fiorentino, regida por Francesco Molinari Pradelli

Donizetti. Roberto Devereux: Ecco l’indegno!… Alma infida, ingrato core… Tutti udite (13:11) – Leyla Gencer, Piero Cappuccilli (barítono), Ruggero Bondini (tenor), Gabriele de Julis (tenor), Silvano Pagliuca (baixo), orquestra e coro do Teatro San Carlos, regidos por Mario Rossi

Donizetti. Lucrezia Borgia: Com’è bello!… Mentre geme il cor (5:52) – Leyla Gencer, Mario Petri (baixo-barítono), Franco Ricciardi (tenor) e orquestra do Teatro San Carlo, regida por Carlo Franci

Donizetti. Caterina Cornaro: Pietà, o Signor (3:55) – Leyla Gencer e orquestra do Teatro San Carlo, regida por Carlo Felice Cillario

 

Prelúdios também é apresentado no último sábado de cada mês, às 20h, na Rádio MEC FM do Rio de Janeiro (99.3 MHz).

Apresentação: Arthur Dapieve

Edição: Filipe Di Castro