O carioca Sidney Miller surgiu na onda dos festivais da segunda metade dos anos 1960. Tinha uma estética musical próxima à dos primeiros sambas de Chico Buarque (eram parecidos também pela timidez no palco). A estreia foi em 1965, no 1º Festival de Música Popular Brasileira da TV Excelsior, com o samba Queixa (em parceria com Zé Keti e Paulo Thiago), interpretado por Cyro Monteiro. Ficou em 4º lugar. Em 1967, no 3º Festival de Música Popular Brasileira da TV Record, recebeu o prêmio de melhor letra com A estrada e o violeiro.

Deixou três álbuns. O primeiro LP, de 1967, tinha um repertório de samba, samba-choro, toada e canções de roda, num clima que equilibrava melancolia, lirismo e protesto social. O segundo, de 68, Brasil, do Guarani ao Guaraná, era influenciado pelo tropicalismo. O de 1974, Línguas de fogo, era pop, com guitarras elétricas. Vários cantores, como Nara Leão, Dóris Monteiro e Paulinho da Viola gravaram Sidney Miller. Em 2012, Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho realizaram um show no auditório do Instituto Moreira Salles, no Rio, apenas com músicas dele. A apresentação virou CD.

Nesta playlist, organizada por Joaquim Ferreira dos Santos, há um apanhado de momentos expressivos da obra de Sidney Miller. Ele estaria fazendo 75 anos neste 18 de abril. Morreu em julho de 1980.

Repertório

Pede passagem (Sidney Miller) – Sidney Miller

O circo (Sidney Miller) – Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho, ao vivo no IMS Rio

Nós, os foliões (Sidney Miller) – Paulinho da Viola (com introdução de Sidney Miller)

A estrada e o violeiro (Sidney Miller) – Sidney Miller e Nara Leão

Ora, acho que vou-me embora (Sidney Miller) – Gal Costa

Meu violão (Sidney Miller) – Sidney Miller

Alô, fevereiro (Sidney Miller) – Roberta Sá

Pois é, pra quê? (Sidney Miller) – MPB-4

Maria Joana (Sidney Miller) – Gal Costa

Minha nega (Sidney Miller) – Sidney Miller

Marré de Cy – (Sidney Miller) – Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho, ao vivo no IMS Rio

Passa passa, gavião (Sidney Miller) – Nara Leão

Queixa (Sidney Miller, Zé Keti e Paulo Thiago) – Zé Keti

É isso aí (Sidney Miller) – Dóris Monteiro

Fui bem feliz (Sidney Miller e Jorginho) – Nara Leão

Botequim nº 1 (Sidney Miller) – Joyce Moreno e Alfredo Del-Penho, ao vivo no IMS

Menina da agulha (Sidney Miller) – Sidney Miller e Nara Leão

O navegante (Sidney Miller) – MPB-4

Um dia qualquer (Sidney Miller) – Sidney Miller

Pronto pro consumo (Sidney Miller e Guarabyra) – Cynara

Línguas de fogo (Sidney Miller) – Sidney Miller

 

Seleção: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro