78 rotações

Pelo telefone: Leila Pinheiro pede 'Mentira de amor'

Pelo telefone: Leila Pinheiro pede ‘Mentira de amor’

Apaixonada pelo estilo “rasgado” de Dalva de Oliveira, Leila Pinheiro escolheu, no site Discografia Brasileira, Mentira de amor, sucesso gravado em 1950.

29.06.2020

Zé Renato

Pelo telefone: Zé Renato pede ‘Feitio de oração’

A gravação de Aracy de Almeida de Feitio de oração, samba de Noel Rosa e Vadico, não é a original, mas é a mais marcante. Foi feita em 1951 e ajudou a revitalizar a obra de Noel. É esta a escolha de Zé Renato no acervo do site Discografia Brasileira.

24.06.2020

Leo Jaime

Pelo telefone: Leo Jaime pede ‘Café soçaite’

Personagens e expressões que circulavam na noite carioca da década de 1950 estão em Café Soçaite, samba escolhido por Leo Jaime no site Discografia Brasileira. A composição é de Miguel Gustavo e a interpretação marcante, de Jorge Veiga.

22.06.2020

Joyce Moreno

Pelo telefone: Joyce Moreno pede ‘Eu quero um samba’

Uma gravação com muito balanço de Eu quero um samba (Janet de Almeida e Haroldo Barbosa), com o conjunto Os Namorados e João Donato ao acordeon, é a pedida de Joyce Moreno para a série “Pelo telefone”. O registro, de 1953, está no site Discografia Brasileira.

17.06.2020

Carlos Lyra

Pelo telefone: Carlos Lyra pede ‘Quando chegares’

Composições de Carlos Lyra já tinham sido gravadas antes, duas por João Gilberto, mas em 1960 ele mesmo pôde interpretar uma criação sua: o samba-canção Quando quiseres. A gravação, pedida por ele, está no site Discografia Brasileira.

15.06.2020

Pretinho da Serrinha

Pelo telefone: Pretinho da Serrinha pede ‘Pois é’

Samba que está entre os de maior sucesso de Ataulfo Alves, Pois é foi a escolha do percussionista, cantor e compositor Pretinho da Serrinha. A gravação de 1955, com Ataulfo acompanhado de suas famosas pastores, está no site Discografia Brasileira.

12.06.2020

Wanda Sá

Pelo telefone: Wanda Sá pede ‘Rapaz de bem’

A cantora Wanda Sá conta que uma das primeiras músicas que aprendeu a tocar no violão foi Rapaz de bem. Ela escolheu para a série “Pelo telefone”, no site Discografia Brasileira, a composição de Johnny Alf interpretada pelo próprio em 1956.

10.06.2020

Ed Motta

Pelo telefone: Ed Motta pede ‘O tempo e o vento’

Johnny Alf foi um cantor e compositor à frente do seu tempo, afirma Ed Motta. Ele escolheu para a série “Pelo telefone” uma gravação de 1956, antes da bossa nova, portanto. O fonograma está no site Discografia Brasileira.

08.06.2020