Aracy de Almeida

Jairo Severiano

Um programa para Jairo Severiano

Pesquisador dos mais importantes e generosos da música brasileira, Jairo Severiano completa 93 anos em 20 de janeiro. Zuza Homem de Mello pediu ao amigo uma lista de dez canções que estão entre as suas favoritas. A seleção começa com Carinhoso.

17.01.2020

Marcos Sacramento

Marcos Sacramento e Luiz Flavio Alcofra

Cantor e violonista gravaram CD com o repertório de Aracy de Almeida, incluindo Filosofia, que interpretaram no estúdio da Batuta. E têm parcerias como Na cabeça, também apresentada na entrevista. Sacramento (foto) diz ainda se sentir “peixe fora d’água no samba”.

30.11.2019

Aracy de Almeida

Aracy de Almeida é coisa nossa

Bem antes de ficar conhecida como jurada de programa de calouros, Aracy de Almeida já tinha se consagrado como uma das maiores cantoras brasileiras. A história dessa mulher de voz e humor marcantes é contada por Rodrigo Alzuguir e Pedro Paulo Malta na série de nove episódios.

10.10.2018

Aracy de Almeida

Capítulo 1 – Palmeira do Mangue – Encantado, Centro, Lapa e Vila Isabel

Aracy de Almeida, na infância, gostava de andar e brincar com meninos. Na juventude, passou a andar com Noel Rosa, de quem se tornou a principal intérprete, e com boêmios e malandros. Os primeiros anos da carreira da cantora abrem a série.

10.10.2018

Aracy de Almeida

Capítulo 2 – Vai, malandra – De sucesso em sucesso, saindo do miserê

Aracy de Almeida se tornou, já aos 22 anos, uma das maiores cantoras do país. O segundo episódio destaca músicas avançadas para a época e, ainda, o sucesso Tenha pena de mim e o samba-canção que ela registrou após a morte do amigo Noel Rosa: Último desejo.

10.10.2018

Aracy de Almeida e Carmen Miranda

Capítulo 3 – O samba em pessoa – Aracy, estrela da Victor

Aracy teve desentendimentos com Carmen Miranda e Ary Barroso, embora admirasse ambos. Seu depoimento sobre Ary é muito divertido. Como principal nome feminino da gravadora Victor, ela gravou Rapaz folgado, de Noel Rosa, e outros sambas.

10.10.2018

Aracy de Almeida

Capítulo 4 – Saia do meu caminho – Telecoteco e dor de cotovelo

No repertório de Aracy sempre predominaram sambas com muito balanço, como Fez bobagem e Coberto de ouro, gravados em 1942. Mas também havia a tristeza dos sambas-canção, caso de Saia do meu caminho, um de seus maiores sucessos.

10.10.2018

Aracy de Almeida e Vinicius de Moraes

Capítulo 5 – Trabalha, trabalha, mulher! – Uma artista incansável e sem parangolés

A turma de amigos de Aracy é outra na segunda metade dos anos 1940: Antonio Maria, Dorival Caymmi, Vinicius de Moraes… E crescem no repertório as canções tristes: sambas-canção e até músicas carnavalescas, como o sucesso Não me diga adeus.

10.10.2018