Beth Carvalho

Zé Ramalho

Zé Ramalho, Luiz Melodia, Beth Carvalho, Boca Livre…

Zé Ramalho, com o seu Galope rasante, está na lista de Zuza Homem de Mello. O cantor e compositor completa 70 anos de vida e 40 de carreira em 2019. Luiz Melodia e Beth Carvalho são reverenciados no programa, que tem os novos CDs de Boca Livre e Marcos Sacramento.

05.07.2019

Beth Carvalho

Beth Carvalho

Para o bem dela e do samba, Beth Carvalho descobriu o gênero na juventude e se tornou uma de suas melhores e mais fiéis intérpretes. A playlist reúne exemplos de aspectos que marcaram sua vitoriosa trajetória, como As rosas não falam e Goiabada cascão.

30.04.2019

Beth Carvalho

As cantoras de samba

A força feminina no samba se traduz em intérpretes como Alcione, Beth Carvalho (foto), Leci Brandão e Jovelina Pérola Negra, E se renova com Teresa Cristina e artistas ainda mais jovens. O elenco está neste capítulo da série “A mulher na música brasileira”.

02.12.2018

Rio utópico

Rio utópico

A exposição #RioUtópico, em cartaz no IMS Rio, faz um mapeamento fotográfico de localidades do Rio de Janeiro cujos nomes sugerem situações utópicas. A Batuta selecionou músicas que também exploram palavras que batizam áreas da cidade, como Morro dos Prazeres e Cidade de Deus.

09.01.2018

Belchior

2017 – Despedidas

O primeiro balanço do ano recorda artistas que partiram em 2017: Luiz Melodia, Belchior (foto), Almir Guineto, Wilson das Neves, Jerry Adriani. E apresenta recente homenagem a Tom Jobim, que teria completado 90 anos.

24.12.2017

Nei Lopes

Geração de 1942/Nei Lopes – Senhora liberdade

Reconhecido hoje como um dos principais letristas brasileiros, Nei Lopes teve a primeira fase de sua carreira marcada pela parceria com Wilson Moreira, com quem fez Senhora liberdade, Coisa da antiga e outros sambas.

10.12.2017

Música de carnaval - Sambas na alegria e na tristeza

Música de carnaval – Sambas na alegria e na tristeza

Se as marchinhas buscam sempre a alegria, os sambas carnavalescos têm, com frequência, letras nostálgicas ou falando de amores perdidos. São músicas que embalam e também emocionam os foliões.

19.02.2017

Marcel Gautherot / Acervo IMS

Apoteoses ao samba

Para comemorar a data simbólica do centenário do samba (27 de novembro, dia em que “Pelo telefone” ganhou seu registro na Biblioteca Nacional), reunimos algumas homenagens ao gênero, como “Apoteose ao samba” e “Eu canto samba”.

27.11.2016