Bossa Nova

Maria Bethânia no desfile da Mangueira em 2016

Bethânia e a Mangueira; Wanda Sá, Menescal, Miele e a bossa nova…

Zuza Homem de Mello faz defesa enfática do CD em que Maria Bethânia reverencia a Mangueira e que vem sendo criticado em redes sociais. Duas faixas estão no programa. O repertório ainda tem quatro músicas de show com Wanda Sá, Roberto Menescal e Miele.

07.02.2020

O Tamba Trio e o Bossa Três misturados

Conjuntos de bossa nova

A bossa nova, agora com 60 anos, não era só cool. Os conjuntos instrumentais, como o Tamba Trio e o Bossa Três (juntos na foto), faziam som de alta voltagem. Joaquim Ferreira dos Santos recorda esses grupos com entrevistas, informações sobre o Rio de Janeiro da época e muita música.

18.08.2018

Astrud Gilberto

As cantoras da bossa nova

As mulheres tiveram e têm um papel fundamental na bossa nova, com suas formas elegantes de interpretar. Joaquim Ferreira dos Santos entrevista Leny Andrade, Wanda Sá e Dóris Monteiro e destaca as sempre reverenciadas Astrud Gilberto (foto), Nara Leão e Sylvia Telles.

29.06.2018

Vinicius de Moraes

Capítulo 1 – Vinicius

Foi em função da poesia de Vinicius de Moraes que nasceu o projeto de Canção do amor demais. Em áudio reproduzido no episódio, ele explica por que Elizeth Cardoso o emocionava tanto. E João Máximo mostra o percurso musical do letrista antes da bossa nova.

03.04.2018

Antonio Carlos Jobim

Capítulo 2 – Jobim

Antes de ser convidado por Vinicius para compor com ele a trilha da peça Orfeu da Conceição, Tom Jobim tinha vários sambas-canção gravados. João Máximo recorda toda a fase pré-Canção do amor demais do compositor (1952 a 58), inclusive suas parcerias com Dolores Duran.

03.04.2018

Elizeth Cardoso

Capítulo 3 – Elizeth

De origem pobre e com vibratos na voz, Elizeth Cardoso não combinava com o que seria a bossa nova. Mas ela participou dessa história porque Tom e Vinicius eram seus fãs e a queria em Canção do amor demais. Entrou no lugar de Dolores Duran, que pediu um cachê mais alto.

03.04.2018

João Gilberto. Foto de Francisco Pereira

Capítulo 4 – João

Embora o nome de João Gilberto não conste dos créditos de Canção do amor demais, é o seu violão em Chega de saudade e Outra vez que faz do disco um prólogo da bossa nova. João Máximo recorda a trajetória acidentada do artista até virar “o mais influente músico brasileiro da segunda metade do século XX”.

03.04.2018

Capítulo 5 - O disco

Capítulo 5 – O disco

João Máximo detalha Canção do amor demais faixa a faixa, iluminando aspectos do que fizeram Jobim, Vinicius, João Gilberto e Elizeth. Aponta onde há e onde não há relação das músicas (e das interpretações delas) com a bossa nova que se anunciava.

03.04.2018