Caetano Veloso

Capítulo 2 - Coração materno

Capítulo 2 – Coração materno

A interpretação séria, feita por Caetano Veloso, da canção absurda de Vicente Celestino, mostra que o melodrama e o passado do rádio também teriam vez no tropicalismo. A tradição popular se mistura com a sofisticação da bossa nova.

14.08.2018

Capítulo 3 - Panis et circenses

Capítulo 3 – Panis et circenses

A canção é sarcástica com “as pessoas da sala de jantar”, que podiam ser as que apoiavam a ditadura civil-militar. Mas também eram as que consumiam a cultura de massas na TV, onde Caetano e Gil apareciam provocativamente ao lado de Chacrinha.

14.08.2018

Capítulo 4 - Lindoneia

Capítulo 4 – Lindoneia

A canção é a única participação de Nara Leão no disco, em cuja capa ela aparece numa foto inserida na moldura vazia que Caetano segurava. O episódio aborda várias camadas da música, inclusive a política.

14.08.2018

Capítulo 5 - Parque industrial

Capítulo 5 – Parque industrial

O Brasil desenvolvimentista e industrializado não acaba com as estruturas políticas e sociais atrasadas do país, podendo até reforçá-las. A superposição entre moderno e arcaico é o tema da canção de Tom Zé e do olhar crítico dos tropicalistas.

14.08.2018

Capítulo 6 - Geleia geral

Capítulo 6 – Geleia geral

Na canção-manifesto de Gil e Torquato, o tropicalismo não prega que o Brasil vire uma geleia geral, mas aponta que ela já é a realidade de um país marcado por contradições profundas. O episódio também analisa as referências da letra.

14.08.2018

Capítulo 7 - Baby

Capítulo 7 – Baby

A única canção solar do disco, na opinião de Fred Coelho e Pedro Duarte, retrata de modo brilhante a vida urbana e juventude de 1968, sendo fortemente assertiva: “Você tem que saber”. Também se contrapõe a Carolina, de Chico Buarque.

14.08.2018

Capítulo 8 - Três caravelas

Capítulo 8 – Três caravelas

A letra que exalta a expedição de Cristovão Colombo (no original em espanhol e na versão de Braguinha) ganha interpretação levemente sarcástica de Caetano e Gil, apontando para a nossa origem ibérica, parte da confusão que somos.

14.08.2018

Capítulo 9 - Enquanto seu lobo não vem

Capítulo 9 – Enquanto seu lobo não vem

A letra de Caetano Veloso começa com “Vamos passear na avenida” e termina “debaixo das bombas”, “debaixo das botas”, “debaixo da cama”. É a canção mais sombria e política do disco, antecipando a intensificação da opressão, que culminaria com as prisões de Caetano e Gil.

14.08.2018