carnaval

Linda Batista, Marlene e Emilinha Borba

As rainhas do carnaval

A consagração das marchinhas não teria acontecido sem a força das vozes femininas. Carmen Miranda, Linda Batista, Marlene e Emilinha Borba (na foto, as três últimas) estão, entre outras, neste programa em que Joaquim Ferreira dos Santos entrevista os pesquisadores Fred Goes e Mona Villardo.

17.02.2020

Blecaute

Os reis do carnaval

Blecaute, Jorge Veiga, Jorge Goulart e Risadinha são alguns dos cantores que faziam sucesso no restante do ano, mas brilhavam muito no carnaval. Joaquim Ferreira dos Santos conversa com Pedro Paulo Malta sobre os estilos desses intérpretes e apresenta gravações marcantes.

11.02.2020

Suzana Salles e a família Frade

Confraria carnaval

A cantora Suzana Salles conta como aconteceu o renascimento do carnaval de São Luiz do Paraitinga, seis décadas após um padre dizer que nasceria rabo e chifre em quem brincasse. Ela, Paulo Padilha e a família Frade, de artistas da cidade, se apresentarão em 16 de fevereiro, às 11h.

09.02.2020

O carnaval do Zuza

O carnaval do Zuza

Sambas e marchinhas que fizeram muito sucesso em carnavais que passaram estão na seleção feita por Zuza Homem de Mello. São 23 clássicos de alegria e inteligência.

01.03.2019

Protesto dá samba e, às vezes, título

Protesto dá samba e, às vezes, título

No carnaval carioca de 2018, ao contrário do que costuma acontecer, enredos críticos foram os vencedores. O programa recorda sambas que marcaram época, vencendo (como Kizomba, em 1988) ou não (Ratos e urubus, em 1989). E homenageia o compositor Niltinho Tristeza.

18.02.2018

Desfile do Império Serrano em 1982

Sambas de protesto

Presentes no carnaval carioca de 2018, os sambas-enredo críticos não costumam resultar em vitórias. Mas há belos exemplos, como Heróis da liberdade, de Silas de Oliveira e Mano Décio da Viola. Protesto que valeu título foi Bum bum paticumbum prugurundum, em 1982 (foto).

11.02.2018

Detalhe de foto de Marcel Gautherot/Acervo IMS

O poder feminino no carnaval

Há marchinhas e sambas carnavalescos que estão em baixa na época do empoderamento feminino. O programa recorda o machismo do passado e uma das exceções: Chiquita Bacana.

04.02.2018

Daniela Mercury

Bahia de todos os sons

Depois do trio elétrico de Dodô e Osmar e do frevo que Caetano Veloso dedicou a ele, não pararam de surgir ritmos e modas no carnaval baiano. O programa reúne alguns momentos-chave, como o sucesso de Daniela Mercury, e faz uma homenagem a Iemanjá, louvada em 2 de fevereiro.

28.01.2018