Elis Regina

João Gilberto

João, Tom, Lyra, Chico, Elis…

Grandes nomes associados à bossa nova estão na seleção de Zuza Homem de Mello: João Gilberto em faixa do disco Amoroso, Tom Jobim e Carlos Lyra. Também no programa há Chico Buarque em Pelas tabelas e, ao final, Elis Regina em Boa noite, amor.

15.11.2019

DANIEL KERSYS

Orquestra de refugiados, ‘Carinhoso’ em voz japonesa, o Japão na voz de Gil…

A Orquestra Mundana Refugi, com músicos de nove países, interpreta Milton Nascimento na faixa selecionada por Zuza Homem de Mello. Ele ainda pinçou uma versão de Carinhoso cantada por Yoshimi Katayama, que não domina o português, e Do Japão, de Gilberto Gil.

27.09.2019

João Bosco

Aquarela do Brasil, 80 anos

A gravação original de Aquarela do Brasil foi realizada em 18 de agosto de 1939. Joaquim Ferreira dos Santos conta o papel que o samba de Ary Barroso ocupa na história do país. João Bosco, um dos entrevistados, interpreta a música no estúdio da Batuta.

15.08.2019

Bibi Ferreira

Bibi Ferreira, Geraldo Pereira, Edvaldo Santana…

Bibi Ferreira (foto), em três gravações ao vivo emendadas, está em destaque na seleção de Zuza Homem de Mello. Ainda há dois sambas de Geraldo Pereira, outros sambas com Jorge Veiga e Wilson das Neves, além de gravações do cantor Edvaldo Santana.

07.06.2019

Elis Regina

“Folhas secas” com Elis, seleção instrumental…

A consagrada interpretação de Elis Regina para Folhas secas, de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito, é o fecho de ouro para esta edição do programa de Zuza Homem de Mello. Uma seleção de gravações instrumentais também está em destaque.

01.02.2019

Tom Jobim e Elis Regina

Elis é plural – 2

Nos anos 1970, Elis Regina deu voz a jovens como Ivan Lins, a dupla João Bosco/Aldir Blanc e Belchior, revitalizando seu repertório. Mas também se mostrou intérprete perfeita de Tom Jobim, com quem lançou disco histórico.

18.11.2018

Elis Regina

Elis é plural – 1

O primeiro dos dois capítulos dedicados a Elis Regina na série “A mulher na música brasileira” cobre nove anos: do início fracassado como musa juvenil até a consolidação como cantora brilhante e poderosa, lançadora de novos compositores.

11.11.2018

Nara Leão, Zé Keti e João do Vale

Vozes contra a ditadura

Opinião, Carcará, Como nossos pais e O bêbado e a equilibrista estão entre as canções marcantes no enfrentamento da ditadura que vigorou de 1964 a 1985. As vozes que as interpretaram eram femininas, como as de Nara Leão, Maria Bethânia e Elis Regina.

04.11.2018