Grada Kilombo

Grada Kilombo e Stephanie Borges

Grada Kilomba e Stephanie Borges

Autora de Memórias da plantação, a portuguesa Grada Kilombo falou à poeta Stephanie Borges de seu espanto com marcas do Brasil como a porta da frente e a porta dos fundos. “São serviços de humilhação: limpar o lixo, servir o café. É anterior ao colonialismo. É escravatura.”

29.07.2019