Música e história

© BETI NIEMEYER

João Bosco

A partir do encontro com o carioca Aldir Blanc, o mineiro João Bosco construiu uma obra que marcou a música e a história brasileiras, como no hino da anistia “O bêbado e a equilibrista”. Violonista sem igual, manteve-se um compositor em constante transformação e trabalhou com outros parceiros.

11.01.2016