Noel Rosa

Zé Renato

Pelo telefone: Zé Renato pede ‘Feitio de oração’

A gravação de Aracy de Almeida de Feitio de oração, samba de Noel Rosa e Vadico, não é a original, mas é a mais marcante. Foi feita em 1951 e ajudou a revitalizar a obra de Noel. É esta a escolha de Zé Renato no acervo do site Discografia Brasileira.

24.06.2020

Música para quem não tem pressa - Noel pela primeira vez

Música para quem não tem pressa – Noel pela primeira vez

Em 14 CDs, o biólogo Omar Jubran reuniu na caixa Noel pela primeira vez as gravações originais de 229 músicas do compositor. João Máximo, biógrafo de Noel Rosa, selecionou 25 para uma playlist especial adequada a tempos de confinamento.

02.04.2020

Jairo Severiano

Um programa para Jairo Severiano

Pesquisador dos mais importantes e generosos da música brasileira, Jairo Severiano completa 93 anos em 20 de janeiro. Zuza Homem de Mello pediu ao amigo uma lista de dez canções que estão entre as suas favoritas. A seleção começa com Carinhoso.

17.01.2020

André Mehmari

André Mehmari encontra Noel Rosa

André Mehmari gravou as 26 faixas de Noel Rosa: Estrela da manhã em uma madrugada, sem ensaiar antes. O disco tem “o encantamento do primeiro contato”, como ele diz neste programa. O pianista compara Noel a Machado de Assis, pela capacidade de retratar o seu tempo.

15.01.2020

Bibi Ferreira

Bibi Ferreira, Geraldo Pereira, Edvaldo Santana…

Bibi Ferreira (foto), em três gravações ao vivo emendadas, está em destaque na seleção de Zuza Homem de Mello. Ainda há dois sambas de Geraldo Pereira, outros sambas com Jorge Veiga e Wilson das Neves, além de gravações do cantor Edvaldo Santana.

07.06.2019

Sá, Rodrix e Guarabyra

Chico Saraiva, João Bosco, rock rural…

Sá, Rodrix e Guarabyra, os melhores representantes do rock rural, estão na seleção de Zuza Homem de Mello. Violonistas de gerações diferentes também se destacam no programa: o consagrado João Bosco e os já bastante reconhecidos Chico Saraiva e Daniel Murray.

24.05.2019

Aracy de Almeida

Capítulo 1 – Palmeira do Mangue – Encantado, Centro, Lapa e Vila Isabel

Aracy de Almeida, na infância, gostava de andar e brincar com meninos. Na juventude, passou a andar com Noel Rosa, de quem se tornou a principal intérprete, e com boêmios e malandros. Os primeiros anos da carreira da cantora abrem a série.

10.10.2018

Aracy de Almeida

Capítulo 2 – Vai, malandra – De sucesso em sucesso, saindo do miserê

Aracy de Almeida se tornou, já aos 22 anos, uma das maiores cantoras do país. O segundo episódio destaca músicas avançadas para a época e, ainda, o sucesso Tenha pena de mim e o samba-canção que ela registrou após a morte do amigo Noel Rosa: Último desejo.

10.10.2018