Tom Jobim

Pelé. Foto de Henri Ballot/Acervo IMS, 1958

O nome do rei é Pelé

A música celebrou de várias maneiras o maior craque do futebol: samba, marchinha, mambo, frevo, xaxado… Pelé, que completa 80 anos, aparece em canções de Ben Jor, Caetano, Gil, Chico, Moraes Moreira, Jackson do Pandeiro e muitos outros.

18.10.2020

Chega de saudade

Chega de saudade

Depois de anos sem gravar, João Gilberto reapareceu em 1958 com outro canto, outro violão, outro capítulo na história da música brasileira. Era a sua versão de Chega de saudade, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

12.10.2020

A vida de Sylvia Telles

A vida de Sylvia Telles

Cantora que viveu apenas 32 anos, Sylvia Telles ganha biografia que faz jus à sua condição de grande intérprete do samba-canção e da bossa nova. O autor, Gabriel Gonzaga, conta a Joaquim Ferreira dos Santos detalhes da vida e da carreira de Sylvinha, como seu namoro com João Gilberto.

02.10.2020

Elizeth Cardoso/Acervo IMS

Elizeth e amigos

Elizeth Cardoso gravou com os melhores músicos e arranjadores, com artistas já consagrados como Pixinguinha e com então iniciantes como Paulinho da Viola. Esta playlist reúne 20 desses encontros. O centenário da cantora é em 16 de julho.

12.07.2020

Fernanda Takai

Pelo telefone: Fernanda Takai pede ‘Por causa de você’

Lançada em 1958, Por causa de você, parceria de Dolores Duran com Tom Jobim, é a escolha de Fernanda Takai no acervo do site Discografia Brasileira. A gravação é da própria Dolores, cujo talento de intérprete é destacado por Takai.

03.06.2020

Lenine

Pelo telefone: Lenine pede ‘A felicidade’

Ao buscar uma canção no site Discografia Brasileira para a série “Pelo telefone”, Lenine fez uma escolha passional, segundo explica na apresentação: A felicidade, de Tom e Vinicius. Ele destaca a bela e hoje pouco lembrada voz de Agostinho dos Santos.

11.05.2020

Zeca Pagodinho

Zeca, Melodia, Leny, Fernando Brant…

O programa de Zuza Homem de Mello tem encontros especiais: Zeca Pagodinho interpreta um samba de Monarco; Luiz Melodia canta ao lado do piano de João Donato; Leny Andrade é acompanhada pelo pianista Cesar Camargo Mariano; Fernando Brant é lembrado em duas parcerias com Milton Nascimento.

14.02.2020

João Gilberto. Foto de Francisco Pereira

Episódio 10 – ‘Chega de saudade’, a glória final dos 78 rpm

A história dos discos em 78 rotações teve seu último grande momento em agosto de 1958, quando foi lançada a versão de João Gilberto para “Chega de saudade”. “É o acontecimento mais importante da música brasileira em todos os tempos”, afirma Joyce Moreno neste episódio.

03.02.2020