Ouve essa

O programa semanal é destinado a pescar pérolas pouco conhecidas do acervo musical do IMS. A matéria-prima são as coleções dos pesquisadores José Ramos Tinhorão e Humberto Franceschi. A seleção dos fonogramas é de Joaquim Ferreira dos Santos. O ouvinte da Batuta pode fazer suas pesquisas em acervo.ims.com.br. É necessário utilizar o navegador Mozilla Firefox.

Lalá e Lelé

Lalá e Lelé

Luiz Barbosa morreu com apenas 28 anos, mas deixou marcas na música brasileira como um pioneiro do samba sincopado e do samba de breque. Em Lalá e Lelé (Jaime Brito e Manezinho Araújo), de 1937, ele esbanja charme, humor e malícia.

18.10.2017

Negro telefone

Negro telefone

O Trio de Ouro, com Lourdinha Bittencourt no lugar que tinha sido de Dalva de Oliveira, gravou Negro telefone em 1953. Um dos autores da música é o líder do trio, Herivelto Martins. Ele e Dalva lavavam em público a roupa suja do conturbado casamento (desfeito em 1950).

11.10.2017

Interesseira

Interesseira

Anísio Silva, cantor de boleros, fez grande sucesso com Interesseira, de Bidu Reis e Murilo Latini, em 1958, Foi o ano de nascimento da bossa nova, e a interpretação elegante de Anísio não se chocou muito com as transformações do momento.

04.10.2017

Mariá, Mariá, Mariá

Mariá, Mariá, Mariá

Em 1962, ainda no início da carreira, Elza Soares gravou Maria, Mária, Mariá, sambalanço no qual o compositor, Billy Blanco, contava a história de uma empregada doméstica que se tornou artista e subiu de vida.

27.09.2017

Caixinha, obrigado

Caixinha, obrigado

Juca Chaves fazia músicas no estilo da bossa nova, mas com muito humor e crítica política. É o caso de Caixinha, obrigado, um retrato do Brasil de 1960 que, infelizmente, não envelheceu.

20.09.2017

Doce melodia

Doce melodia

Ademilde Fonseca, famosa pela rapidez com que cantava, lançou em 1952 o suave e malicioso choro Doce melodia, de Luiz Antônio e Abel Ferreira. A gravação teve Abel na flauta e regência do maestro Guio de Moraes.

13.09.2017

Só saudade

Só saudade

Com voz pequena e sensual, Claudette Soares se destacou no início da carreira como intérprete de bossa nova e de sambas-canção. Em 1962, ela gravou Só saudade, de Tom Jobim e Newton Mendonça.

04.09.2017

Só tristeza

Só tristeza

Wilma Bentivegna (à esquerda na foto, ao lado de Ninon Sevilla) fez sucesso na década de 1950, basicamente em São Paulo, onde nasceu. Gravava boleros e canções do mais sofrido arrebatamento sentimental, como Só tristeza, de Odair Marzano e Paulo Rogério.

30.08.2017