Sempre lembrado como compositor, Geraldo Pereira também foi um cantor talentoso, cheio de bossa. Interpretou sambas próprios, como Escurinha e Ministério da Economia, e de outros compositores. Pedro Paulo Malta e Rodrigo Alzuguir detalham essa porção de Geraldo e falam também das participações dele no cinema e no teatro.

Repertório

Escurinha (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira, 1952
Bonde Piedade (Geraldo Pereira) – Geraldo Pereira, 1945
Pedro do Pedregulho (Geraldo Pereira) – Geraldo Pereira, 1950
Ministério da Economia (Geraldo Pereira e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira, 1951
Domingo infeliz (Abelardo Barbosa e Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira, 1951
Ser Flamengo (Bruno Gomes, Ferreira Gomes e Aírton Amorim) – Geraldo Pereira, 1952
A coitadinha fracassou (Hélio Nascimento, Arnaldo Passos) – Geraldo Pereira, 1952
Dama ideal (Arnaldo Passos e Alcebíades Nogueira) – Geraldo Pereira, 1952
Falso patriota (David Raw e Victor Simon) – Geraldo Pereira, 1953
Professor de natação (Avarese e Maurílio Santos) – Geraldo Pereira, 1954

Depoimentos: Tantinho da Mangueira e Waldir Machado

Concepção, pesquisa e apresentação: Pedro Paulo Malta e Rodrigo Alzuguir

Edição: Filipe Di Castro