Membro da elite carioca, Mario Reis (1907-1981) interrompeu a carreira várias vezes, pondo de lado o trabalho de cantor. Mas o estilo inconfundível de suas gravações dos anos 1920 e 1930 está firmado como um dos grandes acontecimentos da música brasileira. Duos com Carmen Miranda e Francisco Alves também estão nesta lista.

Repertório

Jura (Sinhô) – Mario Reis

Gosto que me enrosco (Sinhô) – Mario Reis

Filosofia (Noel Rosa e André Filho) – Mario Reis

Agora é cinza (Bide e Marçal) – Mario Reis

Se você jurar (Ismael Silva, Nilton Bastos e Francisco Alves) – Francisco Alves e Mario Reis

Deixa esta mulher chorar (Brancura) – Francisco Alves e Mario Reis

Linda morena (Lamartine Babo) – Mario Reis e Lamartine Babo

Doutor em samba (Custódio Mesquita) – Mario Reis

Cadê Mimi? (João de Barro e Alberto Ribeiro) – Mario Reis

Linda Mimi (João de Barro) – Mario Reis

Fita amarela (Noel Rosa) – Francisco Alves e Mario Reis

A razão dá-se a quem tem (Noel Rosa, Ismael Silva e Francisco Alves) – Francisco Alves e Mario Reis

Dorinha!… Meu amor (José Francisco de Freitas) – Mario Reis

Novo amor (Ismael Silva) – Mario Reis

Vamos deixar de intimidade (Ary Barroso) – Mario Reis

O que será de mim? (Ismael Silva, Nilton Bastos e Francisco Alves) – Francisco Alves e Mario Reis

Sofrer é da vida (Ismael Silva e Francisco Alves) – Mario Reis

Quando o samba acabou (Noel Rosa) – Mario Reis

Alô… Alô (André Filho) – Carmen Miranda e Mario Reis

Isto é lá com Santo Antônio (Lamartine Babo) – Carmen Miranda e Mario Reis

Cansei (Sinhô) – Mario Reis

Mulato bamba (Noel Rosa) – Mario Reis

Rasguei a minha fantasia (Lamartine Babo) – Mario Reis

Deixa esta mulher sofrer (Ary Barroso) – Mario Reis

Joujoux e balangandãs (Lamartine Babo) – Mario Reis e Mariah

Voltei a cantar (Lamartine Babo) – Mario Reis

Ora vejam só (Sinhô) – Mario Reis

Flor tropical (Ary Barroso) – Mario Reis

Saudade do samba (Fernando Lobo e Paulo Soledade) – Mario Reis

Que vale a nota sem o carinho da mulher? (Sinhô) – Mario Reis