O Música é História dá um drible na cronologia e termina a série sobre grandes compositores com Baden Powell, cuja década de ouro foi a de 1960. Ele fecha a caráter a série de 81 episódios por representar tão bem a música brasileira, seja na formação diversificada (clássica, choro), na renovação do samba (sobretudo, com os afro-sambas) e na excelência ao violão, o instrumento central da música popular do país.

Repertório

Berimbau (Baden Powell e Vinicius de Moraes) – Vinicius de Moraes

Canto de Ossanha (Baden Powell e Vinicius de Moraes) – Baden Powell e Quarteto em Cy

Consolação (Baden Powell e Vinicius de Moraes) – Mônica Salmaso

Vou deitar e rolar (Baden Powell e Paulo César Pinheiro) – Elis Regina

Samba triste (Baden Powell e Billy Blanco) – Baden Powell

 

Apresentação: Luiz Fernando Vianna (com Petria Chaves, da CBN)

Roteiro: Luiz Fernando Vianna

Edição e sonorização: Filipe Di Castro