João Donato trouxe seu piano elétrico para o estúdio da Batuta e tocou algumas de suas músicas mais célebres, como Amazonas e Nasci para bailar. Trouxe também sua incrível memória, recordando, em entrevista a Joaquim Ferreira dos Santos, a infância (inclusive sua primeira composição, feita aos sete anos), o início profissional com o acordeon, os 12 anos vividos nos EUA e a bem-sucedida volta ao Brasil nos anos 1970, com seus temas ganhando letras. Perto de completar 84 anos, ele continua se renovando, como no trabalho ao lado de seu filho Donatinho.

Repertório

Amazonas (João Donato) – João Donato no estúdio da Batuta

Nini (João Donato) – João Donato no estúdio da Batuta

Comigo é assim (Zé Menezes e Luiz Bittencourt) – João Donato e conjunto (Tom Jobim, Paulo Moura e outros)

Muito à vontade (João Donato) – João Donato e conjunto (Tião Neto, Milton Banana e Amauri Rodrigues)

Villa Grazie (Bananeira) (João Donato) – João Donato no estúdio da Batuta

Índio perdido (Lugar comum) (João Donato) – João Donato no estúdio da Batuta

The frog (A rã) (João Donato) – João Donato

Nasci para bailar (João Donato e Paulo André Barata) – João Donato no estúdio da Batuta

Até quem sabe (João Donato e Lysias Enio) – João Donato no estúdio da Batuta

Lugar comum (João Donato e Gilberto Gil) – João Donato

Vamos sair à francesa (João Donato e Ronaldo Bastos) – João Donato e Donatinho

 

Apresentação: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro

 

Confira João Donato contando como foi barrado no programa de Ary Barroso e tocando Amazonas: