A música brasileira perdeu neste 7 de setembro um de seus grandes intérpretes, mestre na arte de dividir versos e de cantar com suingue. Miltinho, que era conhecido como Rei do Ritmo, morreu aos 86 anos, no Rio de Janeiro. Estava internado por causa de um problema pulmonar e sofreu uma parada cardíaca.

Nascido Milton Santos de Almeida em 31 de janeiro de 1928, ele começou sua carreira tocando pandeiro, mas foi como cantor de voz anasalada que se firmou em interpretações de sambas de telecoteco e canções românticas. Na década de 1940, participou como ritmista e vocalista de quatro importantes grupos musicais: Cancioneiros do Luar, Namorados da Lua, Anjos do Inferno e Quatro Ases e um Coringa. Entre 1950 e 1957, foi crooner da Orquestra Tabajara, do maestro Severino Araújo, e também do grupo Milionários do Ritmo, de Djalma Ferreira.

Partiu para a carreira solo em 1960, quando lançou o LP Um novo astro e logo emplacou nas rádios Mulher de trinta e Ri. Nos discos com Elza Soares e Dóris Monteiro ou cantando sozinho, fez muito sucesso, como em Palhaçada e Menina moça, também presentes nesta seleção da Batuta.

Seu último CD foi “Miltinho convida”, de 1998, com participações de Chico Buarque, Nana Caymmi, João Bosco, Martinho da Vila e muitos outros. Participou de um DVD de Zeca Pagodinho a convite do cantor, seu fã. E pôde ver 12 discos seus relançados em duas caixas de CDs.

Músicas

Mulher de trinta (Luiz Antônio) – Miltinho e Sexteto Sideral

Ri (Luiz Antônio) – Miltinho e Sexteto Sideral

Eu e o Rio (Luiz Antônio) – Miltinho

Lembranças (Benil Santos e Raul Sampaio) – Miltinho

Menina moça (Luiz Antônio) – Miltinho

Meu nome é ninguém (Haroldo Barbosa e Luiz Reis) – Miltinho

Murmúrio (Djalma Ferreira e Luiz Antônio) – Miltinho

Palhaçada (Luiz Reis e Haroldo Barbosa) – Miltinho

Poema do olhar (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) – Miltinho

Volta (Djalma Ferreira e Luiz Bandeira) – Miltinho

Nossos momentos (Luiz Reis e Haroldo Barbosa) – Miltinho

Eu chorarei amanhã (Ivo Santos e Raul Sampaio) / Opinião (Zé Kéti) / Vou andar por aí (Newton Chaves) – Miltinho
Pesquisa e seleção: Carla Paes Leme

Edição e sonorização: Filipe Di Castro