Assim como boa parte dos terráqueos (e também dos marcianos), o autor desta playlist foi surpreendido pela vitória de Donald Trump. Ainda grogue, começou a recolher algumas canções que parecem refletir aspectos do novo presidente norte-americano, dos Estados Unidos e do que poderá ser a vida (brasileira e da espécie humana) daqui para frente.

Se as escolhas fazem sentido ou não, fica a critério do ouvinte da Batuta, caso ele esteja menos grogue do que o autor da seleção. E, como Deus parece estar do outro lado, resta o desejo de que alguma Geni nos proteja.

Repertório

…E o mundo não se acabou (Assis Valente) – Adriana Calcanhotto

A banca do distinto (Billy Blanco) – Elza Soares

O rei do gatilho (Miguel Gustavo) – Moreira da Silva

Manhatã (Leoni e Cazuza) – Cazuza

Iracema voou (Chico Buarque) – Chico Buarque

Eu sou neguinha? (Caetano Veloso) – Caetano Veloso

Apenas um rapaz latino-americano (Belchior) – Belchior

Eu nasci há dez mil anos atrás (Raul Seixas e Paulo Coelho) – Raul Seixas

Saudade da Bahia (Dorival Caymmi) – João Gilberto

Geni e o zepelim (Chico Buarque) – Chico Buarque

 

Seleção: Luiz Fernando Vianna

Edição: Filipe Di Castro