O jornalista Xico Sá, especialista nas relações amorosas e principalmente nos conflitos advindos dela, fez para a Rádio Batuta uma lista de clássicos da dor de cotovelo. Escreve Xico: “Não há nada mais doloroso que uma dor de corno, ou de cotovelo, ou de fossa, como se quiser chamar. Dói mais que pedra nos rins. Existe apenas um bom atenuante nos bares e cabarés: quando a vida dói, drinque caubói. A lupicínica vingança – somente a lupicínica – também acalma o monstro, a monstra dor-de-cotovelo. Sempre com uma boa trilha ao estilo ‘meu mundo caiu’, evidentemente.
Ps. aprontei a lista e já vejo que esqueci o Wando. Fazer listas é cometer injustiças”.

Músicas

Tortura de amor (Osmath Duck) – Waldick Soriano (foto)

Insensatez (Tom Jobim e Vinicius de Moraes) – Fernanda Takai

A flor e o espinho (Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Alcides Caminha) – Paulinho Moska

Peito vazio (Cartola e Elton Medeiros) – Cartola

Canto triste (Edu Lobo e Vinicius de Moraes) – Edu Lobo e Sergio Godinho

Bom dia, tristeza (Adoniran Barbosa e Vinicius de Moraes) – Roberto Ribeiro

Atrás da porta (Francis Hime e Chico Buarque) – Elis Regina

Mande nem que seja um telegrama (Odair José) – Odair José

Vingança (Lupicínio Rodrigues) – Linda Batista

120… 150… 200 km por hora (Roberto e Erasmo Carlos) – Roberto Carlos
Edição e sonorização: Filipe Di Castro