O carioca Newton Mendonça, parceiro de Tom Jobim em clássicos da bossa nova como Discussão, Caminhos cruzados, Meditação e Samba de uma nota só, faria 90 anos neste 14 de fevereiro de 2017. Assim como o parceiro, ele tanto escrevia a letra quanto a melodia das canções. Da mesma maneira que o amigo, seu colega de adolescência na Zona Sul do Rio de Janeiro, trabalhou na noite, tocando piano em diversas boates de Copacabana. Eram compositores modernos, com melodias romanticamente elegantes e textos que agora flagravam a mulher amada através de uma sofisticada câmera Rolleyflex, como está em Desafinado, outro clássico da dupla. Newton Mendonça não teve tempo de ver o sucesso internacional da bossa nova. Ainda trabalhava na noite quando morreu do coração, aos 33 anos, em 22 de novembro de 1960. Deixou 14 canções com Tom Jobim e outras tantas que assinou sozinho. A playlist com que a Rádio Batuta homenageia o grande compositor foi organizada por Joaquim Ferreira dos Santos e privilegia um repertório menos conhecido, mas não menos valioso, de Newton Mendonça.

Repertório

Foi a noite (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – Nana Caymmi e Paulo Jobim

O tempo não desfaz (Newton Mendonça) – Geny Martins

Quero você (Newton Mendonça) – Branca Lima

Incerteza (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – Fátima Guedes

Brigas (Newton Mendonça) – Cris Delanno

Só saudade (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – Leny Andrade e Cristovão Bastos

Teu castigo (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – Dalva de Oliveira

Luar e batucada (Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça) – Fátima Guedes

O mar apagou (Newton Mendonça) – Cris Delanno

 

Seleção: Joaquim Ferreira dos Santos

Edição: Filipe Di Castro