harmônica

Mauricio Einhorn: 85 de vida e 80 de música

Mauricio Einhorn: 85 de vida e 80 de música

O maior nome da harmônica no jazz brasileiro é reverenciado no CD Viva Mauricio Einhorn!. Reinaldo Figueiredo apresenta oito das faixas, recorda duas do próprio instrumentista em ação e uma do saxofonista Paquito D’Rivera, que costuma encerrar seus shows tocando Estamos aí.

22.07.2017

© hansspeekenbrink.nlAll rights reserved Hans Speekenbrink

Todos gostam de Toots

Além de músico excepcional, Toots Thielemans, morto em 22 de agosto, era excelente pessoa, o que só reforçava o desejo de artistas de todo o mundo de ter o belga tocando harmônica em seus discos. Reinaldo Figueiredo reúne gravações de Toots e em homenagem a Toots.

17.09.2016