Martinho da Vila

Mulheres: machismo nacional e musical

O infeliz discurso de Michel Temer no Dia Internacional da Mulher encontra eco na tradição da música brasileira, na qual não faltam canções machistas: de “Ai, que saudades da Amélia” a exemplos recentes.

12.03.2017

Música de carnaval – O samba e seus enredos

Das músicas sem ligação com temas até a hegemonia do refrão forte, passando pela consolidação do gênero em meados do século passado, o programa resume a trajetória dos sambas-enredo.

26.02.2017

O samba é joia

Um samba romântico, sem intenções políticas, fez muito sucesso nos anos 1970, num período violento da ditadura militar. Ganhou o nome pejorativo de samba-joia e fez brilhar Benito di Paula (foto), Luiz Ayrão e outros.

04.12.2016

Partido-alto e tipo partido-alto

Arte dos grandes improvisadores, de Xangô da Mangueira a Zeca Pagodinho, o partido-alto se firmou no Rio de Janeiro a partir de referências africanas cultivadas na Bahia e em Minas. Conseguiu sucesso comercial graças a Martinho da Vila, autor de sambas “tipo partido-alto”, segundo Nei Lopes.

20.11.2016

Malandro é malandro, sambista é sambista

Boêmios e andando no limite da marginalidade, os malandros protagonizaram as letras de samba na virada dos anos 1920 para os 1930. Estiveram no centro da polêmica Noel Rosa x Wilson Baptista. E, como prova Bezerra da Silva, nunca saíram de cartaz.

06.06.2016

Martinho da Vila na voz de Ana Costa

Ligada à família de Martinho da Vila muito antes de se destacar nas noites da Lapa carioca e gravar CDs autorais, Ana Costa lança um DVD todo voltado para a obra de Martinho. Em entrevista a Joaquim Ferreira dos Santos, ela conta que o compositor a inspirou a explorar diversos caminhos musicais, não se prendendo a cânones.

27.02.2016

Miltinho por Martinho

Martinho da Vila disse à Batuta que o intérprete que mais o marcou foi Miltinho, morto neste 7 de setembro, aos 86 anos. Dos muitos sucessos do cantor, “Mulher de trinta” é recordado com mais prazer pelo sambista.

09.09.2014

A história dos sambas-enredo segundo Martinho da Vila

Martinho da Vila, que revolucionou a história dos sambas-enredo no final do anos 1960, diz que está pouco empolgante a música das escolas hoje. Ele lança um CD com os 24 sambas que compôs para Aprendizes da Boca do Mato e Unidos da Vila Isabel.

09.04.2014