Paulinho da Viola

Cristovão Bastos

Cristovão Bastos

Músico que passeia por vários gêneros, compositor mais conhecido pelas parcerias com Chico Buarque e Aldir Blanc, o pianista Cristovão Bastos é autor de muitos e belos choros. O programa apresenta alguns em interpretações do próprio artista e de outros como Raphael Rabello.

09.10.2017

Célia

Célia, Tom cantando ‘Lígia’, Vicente Celestino cantando Tom & Vinicius…

Célia (foto), morta em 30 de setembro, está no programa de Zuza Homem de Mello interpretando Coração leviano, de Paulinho da Viola. A playlist também conta com Tom Jobim cantando a sua Lígia e tendo Se todos fossem iguais a você na voz de Vicente Celestino.

06.10.2017

Geraldo Vandré

Geraldo Vandré, Izaías Bueno de Almeida, Edson Lopes, Gil, Paulinho…

Zuza Homem de Mello recorda uma faixa do primeiro disco de Geraldo Vandré (foto), a forte Fica mal com Deus. Uma gravação rara de Edson Lopes, cantor de voz poderosa e hoje esquecida, é outro destaque da playlist.

29.09.2017

Paulinho da Viola

Os cancionistas

O choro está presente nas obras de importantes autores brasileiros de canções. O programa reúne composições de, entre outros, Ary Barroso, Tom Jobim, Vadico, Edu Lobo, Francis Hime, Nelson Cavaquinho e Paulinho da Viola, craque no gênero.

10.07.2017

Mariene de Castro

Mariene de Castro, Jussara Silveira, Wisnik & Tatit, Paulinho da Viola…

Cantoras de origem baiana, como Mariene de Castro (foto), compositores paulistas, sambistas cariocas, o pernambucano Almério e faixas instrumentais estão na nova seleção musical de Zuza Homem de Mello.

09.06.2017

Jacob do Bandolim

Dalva, Jacob do Bandolim, Mantiqueira, Leandro Braga, Del-Penho…

Zuza Homem de Mello homenageia o centenário de Dalva de Oliveira, reúne grandes faixas instrumentais, como uma de Jacob do Bandolim (foto), e apresenta o pouco conhecido Hino do Polytheama, composto por Chico Buarque para o seu time de futebol.

02.06.2017

Elton Medeiros

Canções de ontem e hoje: “Maioria sem nenhum”

“Uns com tanto/ Outros tanto com algum/ Mas a maioria sem nenhum.” Estes versos de Elton Medeiros, que nunca caem em desuso no Brasil, são do samba selecionado por Guilherme Wisnik para a série de sua coluna “Espaço em obra” (Rádio USP) sobre músicas do passado que permanecem atuais.

18.05.2017

Lupicínio Rodrigues

Vinicius de Moraes, Os Cariocas, Taiguara, Noite Ilustrada, Lupicínio…

A bossa nova é a estrela do início da nova seleção musical de Zuza Homem de Mello. O percurso também mata a saudade de alguns intérpretes, ressalta novos e termina num samba-canção de Lupicínio Rodrigues (foto).

17.05.2017