João Gilberto e Astrud em casa de Carlos Coqueijo, 10/9/1959

Especiais

João Gilberto e Astrud em casa de Carlos Coqueijo, 10/9/1959

João Gilberto interpretou mais de 20 músicas na casa de seu amigo Carlos Coqueijo, em Salvador. As gravações vêm a público pela primeira vez. Treze das músicas ele nunca incluiria em discos. Algumas são cantadas por sua então mulher, Astrud Gilberto.

João Gilberto e Vinicius de Moraes em show na Bahia, 29/10/1960

Especiais

João Gilberto e Vinicius de Moraes em show na Bahia, 29/10/1960

João e Vinicius cantaram na festa de 46 anos da Associação Atlética da Bahia, a pedido de Carlos Coqueijo, então presidente do clube. Uma parte da apresentação foi gravada. Vinicius procura explicar o que é a bossa nova e, com João, mostra a então inédita Água de beber.

João Gilberto em casa de Carlos Coqueijo, 28/11/1960

Especiais

João Gilberto em casa de Carlos Coqueijo, 28/11/1960

Na fita gravada por seu amigo Coqueijo e inédita desde então, ouve-se João interpretando 11 músicas que ele ainda não havia lançado em disco. Seis permaneceriam inéditas em sua discografia.

LGBT+JAZZ

A volta ao jazz em 80 mundos

LGBT+JAZZ

Do vibrafonista gay Gary Burton (foto) à contrabaixista trans Jennifer Leitham, o programa reúne gravações de músicos LGBT selecionadas por Reinaldo Figueiredo.

Xingu: terra marcada

Especiais

Xingu: terra marcada

No Parque Indígena do Xingu, que completa 60 anos em 2021, vivem 6 mil pessoas de 16 etnias. O podcast conta a saga da demarcação e relata as ameaças frequentes aos habitantes. A série tem depoimentos de lideranças indígenas e pesquisadores, além de áudios pouco conhecidos.

13 de ouro

Ouve essa

13 de ouro

Os Anjos do Inferno foram uma das referências de João Gilberto. Ao ouvir o samba de Herivelto Martins e Marino Pinto, percebe-se uma linha entre os conjuntos vocais e a bossa nova.

Germano Mathias, o balanço das ruas de São Paulo

Especiais

Germano Mathias, o balanço das ruas de São Paulo

O cantor aprendeu as bossas e os balanços do samba andando pelos quatro cantos da cidade. Aos 87 anos, ganha um álbum-tributo com Gilberto Gil e outros.

Maria Bethânia, voz e memória

Seleções

Maria Bethânia, voz e memória

Em sua carreira, Maria Bethânia gravou muitas músicas que escutara no rádio quando era criança e adolescente. Dez interpretações estão nesta playlist.

Século em movimentos

Prelúdios

Século em movimentos

As sinfonias do século 20 refletem tempos conturbados, destaca Arthur Dapieve neste programa. No repertório há compositores consagrados, como Shostakovich (foto), e outros menos conhecidos.