• Zé Keti, malandro de opinião

    Especiais

    Zé Keti, malandro de opinião

    O sambista, nascido há cem anos, foi do cinema, da música de protesto, do carnaval, de composições como A voz do morro e Opinião. Os muitos Zé Ketis são retratados em dois episódios.

  • Chano Dominguez

    A volta ao jazz em 80 mundos

    A centésima volta

    Na edição 100 de seu programa, Reinaldo Figueiredo dá outro giro pelo mundo do jazz, passando pela Espanha de Chano Dominguez (foto) e terminando na Bahia de Letieres Leite.

  • Batata frita

    Ouve essa

    Batata frita

    Aurora Miranda, mais do que ser irmã de Carmen, foi cantora de graça e bossa, como mostra a gravação deste samba de 1940.

Zé Menezes, o músico completo

Especiais

Zé Menezes, o músico completo

Capaz de tocar qualquer instrumento de cordas, José Menezes de França fez história em estações de rádio, estúdios e como compositor. O programa marca o centenário do músico.

A volta de ‘Apesar de você’

Especiais

A volta de ‘Apesar de você’

Samba feito em reação à ditadura militar completou 50 anos em 2020 novamente forte como canção de protesto. Compositor achava que a música deveria ficar no passado, como retrato de outro tempo, mas a história do país não permitiu.

Pelão, herói brasileiro

Especiais

Pelão, herói brasileiro

João Carlos Botezelli, o Pelão, entrou para a história da música brasileira por produzir os primeiros discos solo de Nelson Cavaquinho, Cartola e Adoniran Barbosa. Com voz rouca e estilo franco, ele recordou a sua trajetória e contou causos neste programa.

Cartões-postais

Prelúdios

Cartões-postais

Em seu programa de número 100, Arthur Dapieve apresenta cinco peças que os autores criaram inspirados em temporadas fora de seus países. Darius Milhaud compôs "O boi no telhado" após morar no Brasil.

Xingu: terra marcada

Especiais

Xingu: terra marcada

No Parque Indígena do Xingu, que completa 60 anos em 2021, vivem 6 mil pessoas de 16 etnias. O podcast conta a saga da demarcação e relata as ameaças frequentes aos habitantes. A série tem depoimentos de lideranças indígenas e pesquisadores, além de áudios pouco conhecidos.

Quando ela sai

Ouve essa

Quando ela sai

O Ouve Essa chega ao episódio 50 de sua segunda fase e celebra com a voz de João Gilberto. Não a que fez história com a bossa nova, mas a de um intérprete romântico, em 1952.

João Gilberto e Astrud em casa de Carlos Coqueijo, 10/9/1959

Especiais

João Gilberto e Astrud em casa de Carlos Coqueijo, 10/9/1959

João Gilberto interpretou mais de 20 músicas na casa de seu amigo Carlos Coqueijo, em Salvador. As gravações vêm a público pela primeira vez. Treze das músicas ele nunca incluiria em discos.

Aldir Blanc

Especiais

Aldir Blanc

Em entrevista à Batuta por ocasião dos seus 70 anos, Aldir Blanc recordou as alegrias e dores da infância e da adolescência; a relação com João Bosco; o papel de Elis Regina em sua vida e outros temas.

Mãe solteira

Ouve essa

Mãe solteira

Com sua voz grave e suingada, Roberto Silva ficou conhecido como "O príncipe do samba". Em 1954, interpretou este samba-crônica de Wilson Batista.