A volta ao jazz em 80 mundos

Reinaldo Figueiredo apresenta o programa, que estreou em 2013. Ele começou a gostar de jazz entrando pela porta da bossa nova. Depois de ver ao vivo Leny Andrade com o Bossa Três, saiu comprando discos de trio piano/baixo/bateria. Nos anos 1970, enquanto era cartunista no jornal O Pasquim, também tocava pandeiro num obscuro conjunto de choro que nem nome tinha, mas era apelidado de Época de Merda. Em 1984, com Hubert e Claudio Paiva, criou o tablóide de humor O Planeta Diário. Nos anos 1980 e 1990, quando integrava o Casseta & Planeta, participou como baixista dos shows musicais do grupo. Desde 1998 toca contrabaixo na CEJ (Companhia Estadual de Jazz), grupo dedicado ao samba-jazz. O título do programa faz alusão ao livro A volta ao dia em 80 mundos, do escritor argentino e jazzófilo Julio Cortázar. O prefixo do programa é Hot bean strut, do pianista panamenho Danilo Perez.

Chick Corea mais um

Chick Corea mais um

O pianista Chick Corea, que morreu em fevereiro de 2021, tocou em vários formatos. Reinaldo Figueiredo optou pelos duetos, com Herbie Hancock, Stefano Bollani, Hiromi (foto) e outros. Três músicas são de compositores brasileiros.

14.04.2021

Imersão total no mundo sonoro

Imersão total no mundo sonoro

Grandes músicos cegos estão neste programa de Reinaldo Figueiredo. São artistas que têm uma relação profunda com os sons. A seleção conta com Art Tatum, Roland Kirk (foto), Ray Charles e Stevie Wonder, entre outros.

17.03.2021

A volta ao mundo em oito faixas

A volta ao mundo em oito faixas

Reinaldo Figueiredo seleciona gravações de lançamentos recentes, como de dois conjuntos formados apenas por mulheres: Artemis (foto) e o encontro entre Jane Bunnett e o grupo Maqueque. O pianista italiano Stefano Bollani também está no repertório.

17.02.2021

O balanço de 2020. E que balanço!

O balanço de 2020. E que balanço!

Apesar do ano terrível, por causa da pandemia, a música brasileira apresentou grandes momentos. Reinaldo Figueiredo selecionou faixas de trabalhos como os de Antonio Adolfo, Mauro Senise e Hamleto Stamato (foto).

20.01.2021

Os swing states de Regina Carter

Os swing states de Regina Carter

A violinista Regina Carter combinou jazz com política nesse álbum lançado em 2020, perto das eleições presidenciais dos EUA. Reinaldo Figueiredo explica que as músicas remetem aos estados em que a disputa é mais acirrada: Georgia on my mind, Pennsylvania etc.

09.12.2020

O inesperado fez uma surpresa: Johnny Alf

O inesperado fez uma surpresa: Johnny Alf

Johnny Alf misturou formação clássica com muito jazz e música brasileira, o que resultou numa obra original, referência para a bossa nova. Reinaldo Figueiredo reúne versões de algumas das principais composições de Alf e apresenta uma gravação inédita, de 2002.

19.11.2020

Baden Powell, o compositor

Baden Powell, o compositor

Mesmo estando entre os maiores violonistas do mundo, Baden Powell disse certa vez que preferia ser reconhecido como compositor. Reinaldo Figueiredo selecionou faixas para mostrar que as músicas do artista se tornaram standards do jazz brasileiro.

15.10.2020

O jazz da minha terra

O jazz da minha terra

Versões jazzísticas, feitas por músicos brasileiros como Carlos Malta (foto), de Você já foi à Bahia?, Marina, Maricotinha e outras composições de Dorival Caymmi estão na seleção de Reinaldo Figueiredo.

16.09.2020